Notícias

#30M: Educação e aposentadoria públicas lotam as ruas de Aracaju

Do Sindjuf/SE

 

“A nossa luta unificou. É estudante junto com trabalhador!” Esse foi o brado entoado por milhares de estudantes, trabalhadores, sindicatos, movimentos sociais, frentes populares e entidades diversas que se reuniram neste profético 30 de maio. O objetivo foi, mais uma vez, mostrar a força e a bravura do povo e gritar sua indignação. NÃO aos cortes na Educação e NÃO ao fim de nossas aposentadorias.

 

A concentração se deu na Praça General Valadão. Por volta das 16h, os manifestantes saíram em caminhada pelas ruas do Centro, ocupando importantes avenidas, como Barão de Maruim e Hermes Fontes, até o terminal de ônibus do DIA, onde o ato foi finalizado já à noite e sob intensa chuva.

 

A segunda Greve Nacional da Educação (a primeira foi no dia 15 de maio) consolidou a vontade que emana do povo: chega de ataques aos nossos direitos. A população se manifestou contra o corte de 1,7 bilhão nas verbas discricionárias das universidades públicas e institutos federais, anunciado pelo governo Bolsonaro em abril. Recursos sem os quais muitas instituições declaram não sobreviver além dos próximos meses. Em maio, o Ministério da Educação suspendeu bolsas do Capes.

 

Somou-se a isso a luta pela Previdência Social Pública, cujo fim está previsto na PEC06/19, também de Bolsonaro. O governo usa agora os recursos da Educação como moeda de troca na aprovação da Reforma da Previdência. O ministro da Educação, Abraham Weintraub, afirmou que o corte pode ser suspenso, caso a Reforma passe no Congresso.

 

Mas a resposta da união dos estudantes e dos trabalhadores é não. Não aceitaremos chantagens e negociatas. Educação e aposentadorias públicas são direitos, não mercadorias. Este 30 de maio foi também um prenúncio do que virá no dia 14 de junho, data programada para acontecer a Greve Geral.

 

O ato de #30M aconteceu em cerca de 200 cidades em todo o Brasil e mobilizou mais de um milhão de pessoas, segundo levantamento da União Nacional dos Estudantes (UNE).