Notícias

Em carta a parlamentares, Sindjuf/SE refuta ideia de “servidor privilegiado”

Do Sindjuf/SE

 

Com o objetivo de rebater o discurso equivocadamente alastrado de que servidores públicos são privilegiados, o Sindjuf/SE enviou uma carta a todos os parlamentares. O texto mostra, financeiramente, como não há qualquer vantagem em ser servidor público em relação ao trabalhador da iniciativa privada.

 

Assinada pelos coordenadores Gilberto Melo, Geral, e Nicodemos Sá, Jurídico, a carta traz uma comparação entre trabalhadores do setor público e do privado, tendo o mesmo salário. No entanto, com contribuições previdenciárias bem distintas, no caso de servidores antigos; e com a mesma contribuição e, portanto, aposentadoria, no caso de servidores mais recentes.

 

Na carta, o Sindjuf/SE ainda faz um apelo para que os parlamentares não corroborem com a falsa ideia de que servidores públicos têm privilégios. E mais, que disseminem informações corretas, como as que contém na carta.

 

Confira a seguir a carta na íntegra.

Clique na imagem para ampliar